Friday, June 09, 2017

Porto de Lisboa a cumprir o mito do Cais da Europa

Em 1844, quando se começou a pensar construir uma ligação ferroviária de Lisboa para a Europa, a ideia era a nossa cidade e o Porto de Lisboa tornarem-se no "Cais da Europa" e no "Cais da América", como então se dizia, atraindo para Lisboa os viajantes com destino às Américas. Era já o sonho implícito do "transhipment" que ainda hoje anima algumas almas, mas que entretanto nunca passou disso, de um sonho e de um mito.
O local de eleição para esse Cais da Europa era o sítio então conhecido por Cais dos Soldados, onde efectivamente foi construída a estação de Santa Apolónia, em terrenos parcialmente conquistados ao Tejo, e que na sua fachada Sul incluía um cais, tudo inaugurado a 1 de Maio de 1865. Ver a história da estação dos comboios aqui.
Na manhã de 7 de Junho último, ao apreciar a manobra de atracação do gigante MSC MERAVIGLIA ao novo cais de Santa Apolónia, lembrei-me do conceito do Cais da Europa e de como finalmente, ao fim de 152 anos, se poderá chamar com toda a propriedade Cais da Europa ao novo cais para navios de passageiros e ao terminal de cruzeiros em estado adiantado de construção. Muitos dos visitantes a bordo destes navios turísticos são europeus e Lisboa é um mais que perfeito Cais da Europa. Antes assim.
Texto e imagens /Text and images copyright L.M.Correia. Favor não piratear. Respeite o meu trabalho, se descarregar imagens para uso pessoal sugere-se que contribua para a manutenção deste espaço fazendo um donativo via Paypal, sugerindo-se €1,00 por imagem retirada. Utilização comercial ou para fins lucrativos não permitida (ver coluna ao lado) / No piracy, please. If photos are downloaded for personal use we suggest that a small contribution via Paypal (€1,00 per image or more). Photos downloaded for commercial or other profit making uses are not allowed. For other posts and images, check our archive at the right column of the main page. Click on the photos to see them enlarged. Thanks for your visit and comments. Luís Miguel Correia



Post a Comment